GIF 728x90 - Produtos Exclusivos

Uruguai não resiste a fúria espanhola na Arena Pernambuco: 2 x 1

Postado por em 17/06/2013

Categoria: Seleções
Etiqueta(s): Arena Pernambuco, Copa das Confederações 2013, Espanha, Recife, Uruguai



Uruguai não resiste a fúria espanhola na Arena Pernambuco: 2 x 1

A seleção da Espanha deu uma verdadeira aula de futebol na partida de hoje contra o Uruguai, na Arena Pernambuco. Com uma ótima troca de passes, a fúria espanhola dominou totalmente o jogo e mostrou o porquê de ser a atual campeã do mundo e europeia. Enquanto os espanhóis demonstravam toda a sua técnica, os uruguaios dependiam da vontade para compensar a baixa técnica. E, como manda a escola de futebol sul-americana de língua espanhola, abusou das faltas e jogadas ríspidas.

Acesse o link da nossa galeria de imagens e veja fotos da vitória espanhola sobre o Uruguai.

O jogo começou com a torcida local vaiando os espanhóis e torcendo para os uruguaios. Entretanto, a Espanha mostrou seu cartão de visitas logo no começo. Aos 4′, Jordi Alba cruza na área e a bola passa na frente de Fabregas e Soldado, saindo pela lateral. Aos 9′, Alba faz novo cruzamento e Fabregas manda uma bomba de perna direita. A bola estoura na trave direita do goleiro Muslera. Em novo ataque espanhol, aos 16′, Soldado tenta tabelar com Iniesta e a bola bate no jogador uruguaio. Iniesta pega a sobra e finaliza, mas Muslera defende. O primeiro gol espanhol saiu aos 19′. Em cobrança de escanteio, o atacante uruguaio Cavani tira de cabeça mas a bola sobra para Pedro. Ele manda um chutaço de primeira, a bola desvia em Lugano e tira totalmente Muslera do lance. A bola morre no fundo das redes, 1 x 0 para a Espanha. Aos 26′, Fabregas recebe falta de Lugano. Xavi bate e a bola vai pra fora. Aos 28′ saiu o primeiro ataque perigoso do Uruguai. Suárez faz cruzamento na área e Cavani toca fraco de cabeça. Casillas defende sem problemas. Logo em seguida, aos 31′, a Espanha amplia a vantagem. Fábregas toca para Soldado, que recebe sozinho e manda no fundo do gol de Muslera. A Espanha faz 2 x 0. A seleção espanhola continua a dominar a partida. Aos 37′, Xavi cobra escanteio e Piqué finaliza de cabeça. Muslera faz uma ótima defesa e impede o que seria o terceiro gol espanhol.

A seleção espanhola teve domínio completo da partida, tendo o uruguai atacado muito pouco. A seleção que iniciou o jogo sendo vaiada acabou aplaudida na saída para o intervalo. A Espanha terminou a primeira etapa com 77% de posse de bola enquanto que o Uruguai terminou com 23%. Foram 8 finalizações espanholas contra apenas 1 do Uruguai. Enquanto a equipe espanhola acertou 89% dos passes, o Uruguai só conseguiu acertar 48%.

No segundo tempo, a fúria continuou superior no jogo. Mas deu uma diminuída no rítmo. Aos 5′, Xavi passou a bola para Pedro levantar na área. Soldado se esticou todo mas não foi capaz de alcançar a bola. Aos 10′, novo ataque espanhol. Iniesta recebe passe de Fabregas e manda rasteiro de perna esquerda. A bola passa rente ao gol de Muslera. Aos 18′, Pedro pega a sobra após cruzamento de Alba, mas a bola passa perto do gol e vai pra fora. A Espanha passou a valorizar mais a bola, deixando para atacar apenas nos erros do Uruguai, que se esforçava para atacar. E em um desses ataques, aos 43′, o Uruguai chegou ao seu gol na partida. Martínez tentou jogada sobre Maxi Pereira, que faz a falta. Suárez mandou a bola no ângulo, sem chances para Casillas. O Uruguai faz 2 x 1. Com esse gol, ele se iguala a Diego Forlán com 33 gols pela seleção uruguaia. Após o gol, o jogo ficou mais aberto com as duas seleções se lançando ao ataque. Mas o jogo acabou assim e com bastante aplausos do público presente.

A Espanha encerrou a partida com 71% de posse de bola contra 29% do Uruguai. Foram 16 finalizações espanholas contra apenas 4 do Uruguai.

Ficha técnica de Espanha x Uruguai na Arena Pernambuco

Espanha: [1]-Iker CASILLAS, [3]-Gerard PIQUE, [6]-INIESTA, [8]-XAVI (-77′), [10]-Cesc FABREGAS (-65′), [11]-PEDRO (-81′), [14]-Roberto SOLDADO, [15]-SERGIO RAMOS, [16]-Sergio BUSQUETS, [17]-Alvaro ARBELOA, [18]-Jordi ALBA, [4]-Javier MARTINEZ (+77′), [13]-Juan MATA (+81′) e [20]-Santi CAZORLA (+65′)

Treinador: Vicente del Bosque

Uruguai: [1]-Fernando MUSLERA, [2]-Diego LUGANO, [3]-Diego GODIN, [5]-Walter GARGANO (-63′), [7]-Cristian RODRIGUEZ, [9]-Luis SUAREZ, [15]-Diego PEREZ (-69′), [16]-Maximiliano PEREIRA, [18]-Gaston RAMIREZ (-46′), [21]-Edinson CAVANI, [22]-Martin CACERES, [10]-Diego FORLAN (+69′), [14]-Nicolas LODEIRO (+63′) e [20]-Alvaro GONZALEZ (+46′).

Gols: 1º Tempo: Pedro-ESP (20′), Soldado-ESP (32′); 2º Tempo: Luis Suarez-URU (48′)

Treinador: Oscar Tabárez

Partida: 2ª rodada do Grupo B da Copa das Confederações 2013

Data: 16/06/2013 às 19h

Local: Arena Pernambuco, Recibe (PE)

Arbitragem: Yuichi Nishimura (Japão)

Público: 41.705


Sugestões de leitura:

Avalie este post.

Enviar Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

(Spamcheck Enabled)